Autor

Minha foto

Arquiteto e Urbanista, sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, trabalhando no mercado de arquitetura, engenharia e design. Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em 2004.Pós-graduado em Espaço celebrativo litúrgico e arte-sacra na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia [FAJE].
Assina a autoria de 113 Igrejas, 22 salões paroquiais, 18 centros de evangelização, 5 sedes de ação social e 8 casas paroquiais, em 13 estados, 72 cidades no Brasil e no México. Além disso participou em outros projetos e obras como consultor. Ministra palestras e Cursos em Arquitetura Sacra. Escreve artigos para a revista Paróquias e Casas Religiosas de São Paulo.


CONTATO

arq.Eduardo.Faust | CAU A44041-8 | FAUST arquitetura | CAU 33490-1

■ Cel. whatsapp | 48 | 999779388 EMAIL | contato@eduardofaust.com
SITE | eduardofaust.com
■ FACEBOOK | facebook.com/FAUST.eduardo

terça-feira, 21 de novembro de 2017

■ Igreja Matriz São Miguel | Maringá PR | Autor Arq Ed.Faust

■ Localização | Maringá PR  
■ Diocese de Maringá – Paróquia São Miguel Arcanjo 
■ Pároco | Padre Onildo Gorla  
■ Autor | Arq Eduardo Faust  
■ Projetos | FAUST arquitetura e engenharia  
■ Equipe | Arq Egvar; Arq Gustavo; Arq Renato 



Acima - Foto Antes da reforma
Abaixo - Foto depois da reforma





No primeiro milênio da Igreja não tínhamos bancos, os fiéis celebravam de pé em torno do altar. A distribuição desta assembléia em círculo com o altar em seu centro é um convite para que todos desfrutem do grande banquete pascal. Neste espaço o altar ao centro e assembleia em semicírculo  busca estas referencias. 




O ambão elevado um degrau acima retoma o ambão antigo que não se trata somente de uma mesa, mas de um espaço. Assim como a própria palavra Ambão vem do grego anabaino, que significa elevar-se, o processo de elevar-se para proclamar a palavra de Deus. 


A tríade litúrgica básica se completa com a sédia, que foi desenhada com os mesmos traços e materiais do altar e do ambão. 

Madeira, quartzito, granito, mármore, bloco cerâmico. Os materiais brutos com sua beleza desnudada,  são belos em sua natureza em sua verdade, assim como os nossa fé cristã, temos uma verdade que é bela por si só.      


Capela do santíssimo

Nos documentos do concilio vaticano II é constante a indicação de que o presbitério deva ser cristocêntrico. Para isto criamos esta arcada ao fundo, que liga as laterais da Igreja e cria um ponto focal ao centro - ao altar -  a cruz.


Composta de arcos ogivais a arcada foi desenhada simbolizando nosso padroeiro São Miguel. Os cincos arcos formam quatro lanças. No livro do apocalipseo arcanjo Mikael (São Miguel) derrota satã com seu exército. Na arte sacra o principal símbolo de São Miguel são as asas e a espada (ou a lança) muitas vezes também compõe a balança e satã sendo subjugado. 


Arcanjo Miguel utilizou sua lança para derrotar o mal, a arcada foi desenhada com 4 lanças - que simbolizam os 4 evangelistas  e os 4 evangelhos forjam a arma do cristão para superar os piores momentos. 







Porta principal - Cruz celta





Inauguração Diácono Paulo e Padre Onildo




 







Próxima etapa | Reformulação das fachadas, construção da nova torre, salas  de atendimento e sacristias.





domingo, 10 de setembro de 2017

■ Igreja Matriz São Pedro | Sorriso MT | Autor Arq Ed.Faust

■ Localização | Sorriso MT  
■ Diocese de Sinop – Paróquia São Pedro  
■ Pároco | Padre Valdir Koch  
■ Autor | Arq Eduardo Faust  
■ Projetos | FAUST arquitetura & engenharia  
■ Equipe | Arq Egvar; Arq Gustavo; Arq Renato 




A cidade de Sorriso é chamada de capital do agronegócio e a maior produtora de soja do mundo, em meras três décadas, ele deixou de ser uma vila para tornar-se uma cidade de oitenta mil habitantes, este crescimento fez rapidamente o edifício da Igreja matriz [construída de forma provisória] tornar-se pequeno e inadequado aos novos padrões da cidade.   
  
O projeto da nova Igreja conta com a Igreja matriz São Pedro e uma Igreja secundária [Igreja Santa Teresinha]  estão no mesmo espaço, somando 3400,00m2.   

   
■ O edifício, espaços e invólucro.  

 A arquitetura é uma releitura do gótico e do românico tardio. Podemos ver estas características nos seguintes pontos:    

Colunatas com arcos de plena cintra dando ritmo a toda edificação;  


Basílica Santo Ambrósio - Milão Itália


Edifício em formato cruciforme. Podemos ver o formato da cruz [interna e externamente] porém resolvi a estrutura de forma diferente das antigas Igrejas de pedra, mais leve e sem pilares ao centro, fazendo uso do sistema construtivo atual.   

Catedral de Colônia, Alemanha
  
Fachada com dois campanários e nave central com rosácea. Nesta fachada fiz uma mescla compositiva entre desenho contemporâneo e a simplicidade do românico.  

Basílica de Santa Maria Assunta. Aquileia, Itália.

Simbologia da Rosácea: "Graças à ternura e misericórdia de nosso Deus, que nos vai trazer do alto a visita do Sol nascente, que há de iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte e dirigir os nossos passos no caminho da paz." Lucas 1:78,79 


As Igrejas do românico tardio e do gótico possuem belas fachadas de fundos, utilizei estas composições como base para a entrada da Igreja menor que seria "os fundos" da Igreja Matriz.  
Catedral de Speyer, Alemanha
 Uso de abside com cúpula e colunata, são elementos que acompanham os edifícios católicos desde o século IV. Além da tradição, adotei este elemento para dar ênfase a capela do santíssimo e emoldurar o presbitério, além de fazer a transição do volume da Igreja matriz para a igreja menor. 



Santa Maria de la Moreruela. Zamora, Espanha.

■ As chaves 

"Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus" Mateus 16:19 
Vemos em e pontos as chaves de São Pedro:  



 Na fachada escrevendo na paisagem urbana que ali se situa um edifício religioso, religião do latim religare, ligar o homem a Deus - "(...)tudo o que ligares na terra será ligado nos céus."  



Logo ao adentrar, no átrio, marcando a entrada do profano para o sagrado 


Sob o santíssimo, sendo no corpo de Cristo nossa ligação entre a terra e o céu. 

  
■ Presbitério 

Altar centro da liturgia está disposto ao centro convidando a assembleia ao grande banquete pascal. 





  
Do altar brotam os quatro rios do paraíso que geram os oceanos da terra.


O mesmo piso que simboliza os 4 rios formam uma cruz com o cordeiro de Deus [o altar do sacrifício] ao centro. 

  
Altar, Ambão, Sédia e Santíssimo

■ Capelas 


Batistério | Pia batismal em formato de cruz nos remete ao período paleocristão, na igreja foi relida e está adequada a batismos por imersão e aspersão tanto de crianças como de adultos. Agradeço a artista Mari Bueno. 

  
Santíssimo, além da chave já citada, 8 linhas levam ao sacrário, simbolizando o oitavo dia. 


Nossa Senhora do Sorriso [padroeira da cidade] e São Pedro [padroeiro da paróquia] possuem duas capelas voltadas para o altar.



■ Igreja Santa Teresinha - Igreja Menor